Oito dicas para praticar ásanas

 

 

1. Visualize-se na postura antes de executá-la. Se você tem alguma dificuldade, tente modificar sua idéia mental sobre ela.
 

2. Nunca force, deixe a respiração mover você gradualmente cada vez mais fundo na postura. As posturas não são fósseis; existe sempre um movimento sutil que aprofunda a vivência.


3. Mantenha o foco na respiração e traga a consciência nas áreas que estiverem sendo mais trabalhadas.


4. Seja paciente consigo próprio e perceba que, com o tempo, cada postura irá tornando-se mais fácil e confortável.


5.
 Deixe os pensamentos passarem como se fossem nuvens no céu. Se surgir algum pensamento, observe-o, mas volte a atenção para a respiração e os bandhas. Note quão persistente a mente consegue ser.


6.
 Observe o que acontece com sua coluna se você conecta a respiração com os bandhas. Veja o que acontece se você não juntar essas duas técnicas.


7.
 Um dos grandes obstáculos nas posturas é o medo. Deixe o corpo abrir-se. Entregue-se.


8.
 Use sempre o equilíbrio entre não-violênca e esforço sobre si mesmo, ahimsa e tapas. Excesso de esforço é contraproducente, pois pode machucar ou levar a uma atitude interior de tensão. Excesso de auto-indulgência, por outro lado, pode nos deixar em estado tamásico, letárgico.