O que é yoga

 

 

 

Yoga = união, soma, caminho...

 

A palavra yoga deriva da raiz yuj (unir,subjugar) Seu significado mais comum é unir, religar – no sentido de ligar novamente o ser humano a algo essencial do qual se distanciou.

O termo tem outras acepções, como trabalho, caminho, harmonia, força, poder, atividade, ensinamento, conexão... Especificamente, yoga refere-se a um grande sistema de práticas espirituais e condutas éticas desenvolvidas na Índia.

Não é possível definir yoga em poucas palavras, é um assunto bastante amplo. Tão amplo, que conceitos equivocados obscurecem o todo, como no poema “Os Cegos e o Elefante” (veja poema clique aqui).

 

Principais Caminhos do Yoga

 

Hatha Yoga – auto realização através do equilíbrio entre corpo e mente

Jnana Yoga – auto realização pelo conhecimento

Bhakti Yoga –auto realização pelo amor a Deus

Raja Yoga – auto realização pelo controle da mente

Karma Yoga – auto realização pela ação altruísta

Todos os caminhos levam a essa busca seja ela consciente ou inconsciente; nascemos para redescobrir nossa própria natureza divina.

“Se expulsas Deus fora de ti, o que adoras é a distância”

Kabir – místico hindu      

               

Técnicas do Hatha Yoga

 

Yamas e Niyamas – treinamento de atitudes

Asanas – posturas psicofísicas ou atitudes corporais

Pranayamas – controle do processo respiratório

Bandhas ou Mudras – travamento e suporte de diferentes partes do corpo

Meditação – para a qual há uma variedade de métodos

Como o termo yoga é integração da personalidade, que dividimos em três aspectos importantes: físico, mental (intelectual) e espiritual, e o objetivo é servir ao todo, essas partes podem ser abordadas individualmente; no entanto, a personalidade é um todo e não pode ser separada da outra. Assim, o que afeta um aspecto acabará por afetar os outros também. A integração é uma longa jornada, e cada passo dado cobre uma certa distância, portanto se você quer atingir a integração, é preciso começar a praticar yoga em algum nível.

 

Yoga e Saúde

 

O conceito de saúde na yoga, não é meramente saúde física. Na yoga a saúde é vista de uma forma mais mental do que física, é a ausência de fatores que perturbem a mente, portanto a ênfase é na mente, é um estado de bem estar como um todo.

O principio fundamental da saúde é o uso do nosso corpo. Se o corpo não é movimentado, não funcionará bem. “Se não se deixa a água fluir, ela estagna e cheira mal”.

Em termos científicos, exercitar-se significa movimentar certas partes do corpo; mas se alguém exercita-se mecanicamente sem pensar, sem motivação, o propósito não é atingido, porque a mente não foi envolvida.

Uma diferença essencial entre yoga e outras formas de exercício é que a maioria das atividades físicas usa mais os braços e as pernas e menos os órgãos vitais, enquanto que a yoga se concentra mais na flexibilidade da coluna e no funcionamento eficiente dos órgãos localizados na cavidade toráxico-abdominal.

A rigidez causa má saúde e está associada com idade avançada, assim, quanto mais flexível a coluna, mais fácil será manter-se jovem e energético. As posturas da yoga são incomparáveis na manutenção da coluna flexível.

O funcionamento eficiente dos órgãos vitais é outro principio básico, onde as posturas praticadas para a coluna afetam esses órgãos, melhorando a circulação do sangue e a conseqüente nutrição dessas células. Há ainda exercícios especiais que indiretamente afetam fígado, baço pâncreas e intestinos, dos quais a saúde vital depende.

Praticar yoga é um bom investimento na saúde, pelo simples motivo de que, ao contrário de outras formas de exercício, não queima energia, mas a conserva.

Mas é claro, saúde não depende apenas do funcionamento físico. Pode-se parecer muito bem fisicamente, mas sofrer de tensão e múltiplas preocupações. Nas outras formas de exercício, relaxar significa apenas parar os movimentos, mas na yoga o relaxamento proporciona a remoção de tensões. Isso tem um efeito muito grande sobre a psique. Todas as práticas yóguicas interferem no sistema nervoso autônomo, que governa a vida emocional.

A estabilidade emocional e a saúde mental andam lado a lado. A saúde é um assunto pessoal, deve-se estar interessado na própria saúde e há vários métodos na Yoga para se manter saudável.

Começando do nível físico, praticando Ásanas e Pranayama, a pessoa sente-se psicologicamente saudável; mais calma, livre de irritação, pode ter uma idéia do que é ser saudável de espírito. A perda da totalidade ou integração leva à desintegração. Assim, é possível constatar que Yoga é sinônimo de saúde.